Planejando sua pós-graduação no exterior
10/09/2018
Dicas para a primeira viagem internacional
24/09/2018
Exibir tudo

Menores de idade podem viajar desacompanhados dos pais?

Como proceder no caso de viagens aos EUA onde o menor precisa ir desacompanhado? Em 2016, muitos casos de menores de idade desacompanhados viajando do Brasil para os Estados Unidos, acabaram em manchetes nos jornais. Adolescentes foram detidos em aeroportos americanos e foram levados para abrigos, até a resolução do caso.

A recomendação básica é: viagens envolvendo menores de idade para o território estadunidense não são aconselhadas. Recomendamos a companhia dos pais ou dos responsáveis – nesse último caso, com procuração pública original e tradução juramentada.

A explicação para esse tema é muito simples: nos Estados Unidos, o agente de imigração tem poder soberano. Portanto, mesmo com visto e documentação completa, o agente tem por lei a autoridade de barrar a entrada do passageiro sem a necessidade de explicações. O agente também tem o direito de questionar o viajante e, no caso de menor de idade, também está assegurado pela lei americana enviar o adolescente para um abrigo.

Mas como evitar tal situação desagradável?

Orientação é fundamental

O adolescente precisa estar munido do maior número de informações possíveis sobre sua estadia no país: locais de visita, hospedagem, informações completas sobre os anfitriões no país, carta de aceitação da instituição de ensino americana, etc.

Documentação

Muito cuidado com a documentação solicitada para a viagem. Existem algumas diferenças a considerar: Caso o menor seja recebido por familiares ou conhecidos, é recomendado procuração pública definindo um período de guarda provisória e certidão de nascimento acompanhadas das traduções juramentadas desses documentos.

É necessário também que o menor leve consigo carteira de vacinação e certidão de nascimento.

Cuidado com o tipo de Visto!

A terceira dica é: vai para turismo? Vá com visto de turista. Vai estudar? Tente o visto de estudos! Os agentes de imigração possuem grande treinamento e habilidade em identificar contradições e informações desencontradas. Tentar entrar com visto de turista para ficar no país pode gerar uma enorme dor de cabeça, além de o menor ser encaminhado a um abrigo, o que é uma experiência nada agradável.

Acreditamos que essas são dicas básicas, mas cada caso é particular e deve ser avaliado. A ForVistos tem experiência comprovada, já intermediamos mais de 24mil processos de vistos para turismo e estudos. Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *