Cinco curiosidades sobre a Guiana Francesa
02/07/2018
Curiosidades para quem sonha em estudar no Canadá
20/07/2018
Exibir tudo

Tudo que você precisa saber sobre o Egito

Egito: saiba detalhes sobre uma das civilizações mais plurais da história

Pirâmides, faraós e muita história. Optar por viajar ao Egito é, também, sentir uma breve sensação de voltar no tempo e dar uma oportunidade a si mesmo de entender mais sobre o progresso cultural coletivo.

Com as agitações sociais promovidas pela Primavera Árabe, entre 2011 e 2013, o Egito chegou a ser um espaço, de certo modo, deixado de lado pelo turismo. No entanto, com a volta da estabilidade institucional, o país africano voltou a ser buscado e os últimos anos tornaram-se a melhor época dos últimos tempos para visitar umas das civilizações mais plurais e antigas da história da humanidade.

Nem as ações da natureza e as intervenções humanas, ao longo das décadas, conseguiram minimizar a beleza de um patrimônio histórico que remete à histórias com mais de 5 séculos de existência.

Visto isso, conheça mais sobre algumas curiosidades antes de embarcar em uma viagem para este lugar ímpar. Se você precisar de ajuda no processo burocrático – seja para o Egito ou qualquer outro país – a Forvistos pode intermediar por você na solicitação de vistos consulares. A nossa análise criteriosa já facilitou a obtenção de mais de 20 mil vistos, ao longo de sete anos.

 

Locais

Os principais pontos turísticos do país são as cidades de Cairo, Luxor e Aswan. Na parte sul da última citada está presente o imponente templo de Abu Simbel, construído em 1264 a.C por Ramsés II. As seis estátuas gigantes do próprio líder é o grande destaque do complexo arqueológico.

Pirâmides e esfinges, em Gizé, dispensam comentários. Muitos turistas também se surpreendem com a conservação em alto nível do tesouro de Tutancâmon —  a máscara completamente banhada a ouro é provavelmente uma das imagens mais conhecidas da história.

 

Preços

O principal destaque vai para a cotação da moeda: o real é equivalente a 4,62 libras egípcias. Saindo do Brasil, as passagens custam, em média, entre US$ 1.100 e US$ 1.600 (classe econômica, com escalas). Até então, não existem voos diretos entre os dois países.

Alguns viajantes estipulam, com base em experiências pessoais, que para um pacote básico de cinco dias os custos chegam até os US$ 500 através de agências locais, incluindo passeio a barco no rio Nilo, hospedagens e guias. No caso das brasileiras, opção para quem não é fluente em inglês, os custos praticamente dobram.

No país, também é necessário ter paciência e “jogo de cintura” para lidar com os mais diversos vendedores. No país, é quase que uma obrigação apelar para a tradicional pechincha. Por isso, sempre fique atento (e tenha sangue frio).

 

Futebol

Neste ano, os olhos de todos os aficionados por futebol se voltaram para um atleta em destaque: Mohamed Salah. Após conduzir a sua equipe (Liverpool-ENG) ao vice-campeonato da Champions League, a expectativa sobre como seria o seu desempenho a frente da seleção nacional foi altíssima. Para se ter uma noção da importância do atleta, a procura por reabilitação cresceu 400% no Egito após o astro fazer uma campanha contra as drogas.

Todas essas questões, naturalmente, elevaram a visibilidade do país perante aos olhos dos fãs. Isso poderá, em curto e médio prazo, fomentar o interesse das pessoas em relação à localidade, reforçando novamente a teoria que esse momento pode ser o mais adequado para viajar.

1 Comentário

  1. Flavia disse:

    Obrigado pelos votos PRESIDENTE! help with math

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *